segunda-feira, 11 de junho de 2012

Claridade e Naturalismo

As pinturas que começaram a aparecer nos Países Baixos no Começo do século XV Continham uma nova profundidade extraordinária de realidade pictórica. Rejeitando os elementos decorativos e elegantes do estilo gótico do século anterior, estas obras ofereceram uma janela para o mundo real, oferecendo visões de cenas de interiores cotidianas e produzindo superfícies em detalhes meticulosos. Não houve melhor expoente do novo naturalismo do que o mestre flamengo, Jan van Eyck (1390-1441).
   Van Eyck retratou o mundo com um grau impressionante de detalhe em grande parte por causa de sua maestria com a pintura a óleo. Trabalhando com seu irmão Hubert, Jan van Eyck ezperimentou com pigmento de óleo, misturando as cores com diferentes óleos, no lugar do ovo que havia sido usado até então por artistas trabalhando com têmpera. Este meio transparente e pioneiro o permitiu criar superfícies perfeitas ao construir camadas translúcidas de cor, que forneceu uma intensidade vívida e luminosa a suas pinturas.
    A mais excepcional obra de Van Eyck, O casamento dos Arnolfini, mostra toda a extensão de sua virtuosidade técnica. O retrato de um mercador de seda e sua noiva é o primeiro retrato contemporâneo duplo e inteiro no Norte, assim como um registro de um casamento na Idade Média. Apesar de Van Eyck ter provavelmente recriado a cena para pintá-la, a obra tem um ar de documentário (podemos ver o artista e outra possível testemunha da cerimônia na reflexão convexa do espelho). A "ação" se realiza em um interior tão ricamente detalhado quantos muitos outros interiores na pintura holandesa do século XVII. Van Eyck representa o casal, o interior do cômodo e os vários simbolos dentro dele com lucidez singular. Detalhes, tais como a luz pendurada no teto perfeitamente calculada em um espaço que se afasta, a vista aérea dos sapatos abandonados em contraste de sombras e a fruta no beiral da janela combinam para indicar o aparentemente infinito potencial da pintura para mostrar o mundo como realmente é.



> O Casamento Dos Arnolfini

Um retrato duplo de Giovanni di Nicolao Arnolfini e sua esposa em um cômodo no segundo andar, mais provavelmente em sua casa na cidade flamenga de Bruges. O rico casal havia casado na realidade anos antes da pintura, de forma que não fornece um registro do evento como se acreditava, mas foi talvez encomendado como celebração do evento original.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários que seram excluidos

Comentários em letra maiúscula.
Comentários de anônimos.
Comentários fazendo propaganda de seu próprio blog.
Comentários com o português miguxes.( Awe amiga, s bg ew shou di bola. Xuper bj)
Comentários com palavras obsenas.
Comentários com insultos.
Comentários falando mal de outros blogueiros.(resolva seu problema direto com seu desafeto)
Comentários perguntando o que já tem aqui no blog.
Comentários pedindo para eu ir até o seu blog dar uma olhadinha.
Comentários pedindo para adicionar ao MSN.
Comentários racistas.


Por favor, entenda que não tenho tempo para isso, não é má vontade mas não posso e o mais importante, não quero me aborrecer com estes pormenores.

Divulgue-o

Windows Live Messenger + Facebook

Google+ Badge