segunda-feira, 18 de junho de 2012

Fantasias Inventivas

Hieronymus Bosch (1450-1516) recebeu este nome da sua cidade natal holandesa de s'Hertogenbosch. Detalhes de sua vida são incompletos, apesar de ser sabido que era membro de uma irmandade religiosa local, um grupo católico trabalhando para a melhoria espiritual de sua cidade. Também desenhou vitrais. Se suas crenças religiosas eram bastante ortodoxas, entretanto, a maior parte de sua obra certamente não era. Se você considerar Van Eyck e Van der Weyden, os dois pintores mais influentes do Renascimento Nórdico, não há quase nenhuma similaridade com Bosch. A única influência estilística que pode ser ligada a Bosch são as histórias em miniatura encontradas dentro de manuscritos medievais iluminados.
       As pinturas de Bosch apresentam transcrições de cenas bíblicas nas quais ele ornamenta pesadamente com sua própria iconografia de signos, símbolos e alusões para expor as várias tentações que são colocadas para o homem e as temíveis consequências que podem resultar para o pecador. Sua obra é tanto um comentário notável e profundo sobre a condição humana quanto uma expressão de uma visão de mundo medieval; estes temas, combinados com um grande pessimismo e o tema do terror pelo inferno cristão, influenciaram a pintura religiosa até a Reforma Protestante do século XVI.
        Ao contrário de muitos de seus contemporâneos, Bosch não usava uma base de tinta, mas pintava diretamente no local, confiando em suas habilidades com o pincel. Jardim das Delícias Terrenas é um de seus trabalhos mais importantes, consistindo de uma série de quatro pinturas em painéis dobráveis. O painel central representa uma massa agitada de corpos humanos pálidos, delgados, procurando gratificação através do prazer sensual. Estes seres humanos inacabados, mas góticos, têm como propósito transmitir a mensagem moral. A extraordinária visão de Bosch incorpora vários elementos da fantasia bizarra como um desfile de criaturas meio humanas meio animais em um cenário fantástico com construções, parques e rios imaginários.
         A obra de Bosch foi admirada durante sua própria vida e Felipe II da Espanha foi um ávido colecionador por algum tempo depois da morte do artista. A obra cheia e energética de Bosch sem dúvida influenciou seu comtemporâneo, Pieter Bruegel, o velho. foi então esquecido até o século XIX, e redescoberto no século XX pelos surrealistas.


 Jardim Das Delícias Terrenas, Inferno (detalhe- painel direito), 1500 Hieronymous Bosch 
O grande trípico de Bosch dá um relato detalhado da criação da criação do mundo antes e depois do homem ter sucumbido aos sete pecados mortais. No Inferno, os tormentos e horrores aguardam todos aqueles que transgrediram e Bosch adequadamente representa figuras distorcidas pela avareza e glutonice, bem como um pássaro gigante se alimentando de carne humana.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários que seram excluidos

Comentários em letra maiúscula.
Comentários de anônimos.
Comentários fazendo propaganda de seu próprio blog.
Comentários com o português miguxes.( Awe amiga, s bg ew shou di bola. Xuper bj)
Comentários com palavras obsenas.
Comentários com insultos.
Comentários falando mal de outros blogueiros.(resolva seu problema direto com seu desafeto)
Comentários perguntando o que já tem aqui no blog.
Comentários pedindo para eu ir até o seu blog dar uma olhadinha.
Comentários pedindo para adicionar ao MSN.
Comentários racistas.


Por favor, entenda que não tenho tempo para isso, não é má vontade mas não posso e o mais importante, não quero me aborrecer com estes pormenores.

Divulgue-o

Windows Live Messenger + Facebook

Google+ Badge