sexta-feira, 1 de junho de 2012

Beleza e Harmonia Clássica

   o filho de um pintor, Rafael (1483-1520), nome verdadeiro Raffaello Sanzio) foi, junto com Leonardo e Michelangelo, um dos três grandes mestres da Renascença Italiana. Mais jovem que Leonardo e Michelangelo, Rafael se mudou da pequena cidade de Urbino para Florença em 1504 onde estudou suas obras, rapidamente percebendo a extensão da transformação que estes dois estavam causando em toda a concepção da pintura.
    Em Florença, Rafael, como Bllini, foi um pintor de Madonas ou Madonniere. Nestas primeiras pinturas, a Virgem é mostrada como uma figura suave, gentil, completamente imersa em cuidar de seu pequeno Cristo, com uma paisagem idealizada e harmoniosa se estendendo por trás. Estas obras revelam a maestria de composição e serenidade, apresentando uma visão tranquila do mundo.
    Esta calma perfeita e sensação de bem-estar separam a arte de rafael da abordagem mais intelectual dos dois outros grandes mestres da Renascença Italiana. Michelangelo era supostamente invejoso da maneira calma e elegante de seu rival mais jovem, acusando-o de roubar suas ideias. Mas enquanto as composições de Rafael e suas habilidades com a pena podem dever muito a Leonardo e Michelangelo, foi sua extrema sensibilidade para as cores e harmonia emocional que constituiu sua contribuição singular.
    Em 1508, Rafael decorou os apartamentos papais Stanze, no Vaticano, para o Papa Júlio II. A Escola de Atenas na parede principal na Stanza della Sagnatura, com seus vários grupos de estudiosos em um grande ambiente arquitetônico, é o mais famoso destes afrescos. Nos seus últimos anos em Roma, Rafael também pintou retratos admirados por sua sutileza e caracterizações precisas, além de projetar interiores para outros romanos ricos. Sua obra revela uma grande confiança; nas composições, dignidade e graça combinam com um ar de calma. As evocações de Rafael da Era Dourada clássica se tornariam o mudelo de estudo nas academias.
    Sua obra também foi uma grande fonte de inspiração para os grandes pintores clássicos de séculos posteriores tais como Poussin e Ingres. Supostamente, a corte papal ficou desolada ao saber de sua morte prematura por febre aos 37 anos.



> A Escola de Atenas (detalhe), 1509-11
 Um afresco formando parte de uma comissão de Rafael para decorar os quartos no palácio Apostólico no Vaticano. Platão e Aristóteles são mostrados no centro, envolvidos em um debate filosófico, cercados por um grupo dinâmico de figuras representando os vários assuntos que precisam ser dominados para o aprendizado clássico tais como a astronomia, a geometria e a aritmética.





> Santa Catarina de Alexandria, 1507-8
 Uma composição tipicamente barmoniosa combinando a graça e um ar de calma, mas que se transforma em mais dinâmica pelo olhar de Santa Catarina em direção aos céus. Ela é representada se inclinando na roda sobre a qual está condenada à morte, mas que foi miraculosamente destruída por um raio.



0 comentários:

Postar um comentário

Comentários que seram excluidos

Comentários em letra maiúscula.
Comentários de anônimos.
Comentários fazendo propaganda de seu próprio blog.
Comentários com o português miguxes.( Awe amiga, s bg ew shou di bola. Xuper bj)
Comentários com palavras obsenas.
Comentários com insultos.
Comentários falando mal de outros blogueiros.(resolva seu problema direto com seu desafeto)
Comentários perguntando o que já tem aqui no blog.
Comentários pedindo para eu ir até o seu blog dar uma olhadinha.
Comentários pedindo para adicionar ao MSN.
Comentários racistas.


Por favor, entenda que não tenho tempo para isso, não é má vontade mas não posso e o mais importante, não quero me aborrecer com estes pormenores.

Divulgue-o

Windows Live Messenger + Facebook

Google+ Badge